Escola de Contas apresenta projetos estruturantes alinhados às diretrizes da gestão

Após um período de avaliação e planejamento, a Escola de Contas do TCE/PE manteve agenda com o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE/PE), Ranilson Ramos, para apresentar propostas de projetos estruturantes relacionados às diretrizes da gestão que também envolvem a ECPBG. A equipe de gestores da unidade educacional, capitaneados pelo coordenador-geral, Breno Spindola, apresentou propostas do Plano de Capacitação dos Jurisdicionados em 2022, do Plano Estímulo ao Controle Social, de Ações Educacionais Corporativas, do Credenciamento da Escola para a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu e da segunda fase do Projeto Inova TCE/PE.

“A Escola de Contas do TCE é uma instituição referência em todo o Estado com a produção de cursos e o desenvolvimento de conteúdos de ponta. Ela capitaneia ações que têm transformado sobremaneira o dia a dia do serviço público pernambucano”, asseverou o presidente do TCE/PE, o conselheiro Ranilson Ramos, no início do encontro. Ainda segundo ele, a expectativa é que sejam estabelecidas novas parcerias com o Estado e com os municípios pernambucanos por meio da Escola. "Precisamos fortalecer as administrações. Se estamos bem nas ferramentas tecnológicas, temos de transferir essa tecnologia aos municípios", disse.

“Apresentamos os projetos estruturantes da Escola de Contas a fim de continuar contribuindo no desenvolvimento profissional dos servidores do Tribunal de Contas e na melhoria da administração pública estadual e municipal. Temos, ainda, diversas ações prioritárias que estão sendo executadas no âmbito das unidades administrativas da Escola de modo a incrementar a nossa presença no dia a dia do gestor e servidor público pernambucano”, disse o coordenador-geral da Escola, Breno Spindola.

Ainda segundo Spindola, ao longo do ano serão “ampliadas, ainda, as parcerias com diversas instituições de ensino, tanto públicas, quanto privadas a fim que seja possível reforçar as ofertas de ações de desenvolvimento”, concluiu. Além dos projetos apresentados, serão desenvolvidas ações envolvendo a primeira infância, em correspondência ao Plano Nacional pela Primeira Infância (PNPI); solução inovadora de inclusão da pessoa com transtorno do espectro autista; o articulação para realização de encontros e eventos regionais nas inspetorias do TCE/PE no interior do Estado, entre outras ações.

Além do coordenador-geral da Escola e do presidente do TCE, participaram da reunião: o gerente de Ações Educacionais e Corporativas, Amós Sá; o gerente de Planejamento de Ações Educacionais, Desenvolvimento e Inovação, Rodrigo Arruda; a gerente Administrativa, Lara Diniz Lima; o gerente Financeiro, Ricardo Clemente; a gestora do Programa TCEndo Cidadania, Sílvia Vaz; e a assessora Pedagógica, Melanie Mariano.

Por Antônio de Albuquerque Mello