Gestão da Escola de Contas destaca principais ações para o biênio 2022/2023

No primeiro dia útil do ano, 3 de janeiro, a nova gestão da Escola de Contas do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) realizou momento de integração com a primeira Reunião de Alinhamento Estratégico. Participaram os colaboradores da instituição, gerentes, assessores, o novo coordenador-geral, Breno Spindola, e o novo diretor-geral, conselheiro Carlos Porto. Na ocasião, foram apontadas as principais diretrizes para o biênio 2022/2023, com o reforço das linhas de atuação da Escola e projetos estratégicos que serão conduzidos.

“Cada um que faz a Escola de Contas, dentro do campo de suas competências, tem uma grande importância para o trabalho que está sendo desempenhado por esta organização. Para este novo biênio, queremos trazer uma maior dinâmica para as atividades que são desempenhadas, aumentando os resultados positivos e incrementando ações que contribuam para os trabalhos do Tribunal de Contas. Com certeza serão dois anos de trabalhos profícuos”, disse o novo diretor-geral da Escola, conselheiro Carlos Porto.

Durante sua fala, ele anunciou que irá trabalhar para, no longo prazo, trazer melhorias na estrutura física da instituição, com a transferência da Escola para uma nova sede. “Esse projeto implica em diversas questões como orçamento, por exemplo; mas essa será uma das nossas prioridades para esses dois anos”, completou.

Planejamento e o desenvolvimento de trabalhos estruturantes foi o foco da fala do novo coordenador-geral da Escola, Breno Spindola. “Ao longo do mês de janeiro vamos pensar no planejamento para o biênio, elencando projetos que tragam ainda mais impacto aos trabalhos da Escola de Contas. Um dos focos será o desenvolvimento do Plano de Estímulo ao Controle Social, a revisão da estrutura organizacional e a realização constante de encontros mensais de integração”, disse.

Ele destacou, ainda, o rápido processo de adaptação e crescimento da Escola de Contas diante das restrições decorrentes d a pandemia do novo coronavírus. “Pudemos atestar a rápida reinvenção da Escola nesses últimos anos, com a ampliação da oferta de cursos e a disponibilidade de novas ferramentas”, disse. No encontro cada um dos participantes pôde falar sobre o trabalho que desenvolve na Escola, enfatizando as prioridades de sua atuação.

Foram anunciados o novo gerente de Ações Educacionais Corporativas, Amós Chagas; a nova gerente Administrativa, Lara Diniz Lima; e a nova assessora-técnica da Instituição, Sandra Inojosa. “O Tribunal tem adotado uma política de continuidade e isso tem uma repercussão também na estrutura da Escola”, completou Spindola.
Acesse AQUI o álbum de fotos da reunião.