GK University - шаблон joomla Создание сайтов

+ Notícias Institucional

Servidores participam de capacitação sobre estratégias educacionais Destaque

 


 

 

Os servidores do TCE-PE, que são professores da Escola de Contas ou têm interesse em ser, participaram na última sexta-feira (25) de uma oficina sobre estratégias educacionais. O “Construindo Estratégias Educacionais para o Desenvolvimento de Pessoas” foi ministrada por Thálita Menezes, professora do Mestrado Profissional em Psicologia da Saúde da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) e Mestre em Psicologia Clínica (UNICAP).

A capacitação teve o objetivo de sensibilizar os professores para o desenvolvimento de competências para a docência, tanto pessoais, como relações interpessoais e habilidades de comunicação, quanto de técnicas, como as diferentes estratégias educacionais e métodos de aprendizagem. E contou com a participação de 34 servidores envolvidos com a área de educação.

 

“A minha intenção com essa capacitação foi motivar e empoderar os professores, promover uma reflexão sobre o papel do magistério, e como eles se colocam nesse movimento de planejar uma capacitação, ter a consciência que quando um profissional, que ocupa o lugar de educador, está ocupando um lugar que pode transformar perspectivas, não só entregando uma informação, e isso deve motivar ainda mais o servidor”, ressalta a professora Thálita Menezes. 

A capacitação vem sendo pensada desde julho pela equipe da Escola. Na oficina foi feito um levantamento com os professores de quais estratégias educacionais e métodos de aprendizagem eles têm mais necessidade, para servir como base para a construção do curso de Estratégias e Métodos Ativos de Aprendizagem, com previsão de ser ministrado ainda no segundo semestre de 2017.

“É excelente que a Escola promova essa capacitação. Como muitos professores não são da área de ensino, é um treinamento, um trabalho de moldagem. Um servidor pode ser tecnicamente excelente, mas pedagogicamente não é preparado, por exemplo, para receber um feedback negativo e ver o que precisa melhorar. Acredito que a capacitação que está em andamento vai orientar em tudo isso. Inclusive, deveria ser um treinamento regular para quem quisesse ser instrutor da Escola, pois é o nome da instituição que está em jogo”, afirmou a servidora Márcia Olívia, Analista de Gestão Administrativa, que participou da oficina.

Última modificação emTerça, 03 Outubro 2017 10:16

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Login